Buscar

Como continuar criando conteúdo relevante na Era Pós-Covid?

O mundo passou por um choque de realidade nos últimos meses e todos precisaram aprender a criar conteúdo relevante dentro de suas próprias casas.



Os internautas passaram a consumir a internet muito mais do que o costume, mais do que isso, a internet passa a ser a conexão com o mundo, com as pessoas e também a principal ferramenta e meio de trabalho. No entanto, suas preferências de busca mudaram drasticamente.


O momento era de ler muitas informações sobre todas as partes do mundo a todo instante, pois a população buscava entender melhor o que se passava Foi acessando sites de notícias que as pessoas entenderam o que ocorria e, também, buscavam aprender a lidar com as situações que se sucederam.


Segundo dados do Youtube, as buscas sobre vídeos relativos a finanças cresceram 110% no início da pandemia. Isso demonstra que muitas pessoas estavam preocupadas sobre como seu financeiro seria afetado com a crise e quiseram aprender a lidar, por conta própria, com o dinheiro que possuíam.


E, como em uma balança, enquanto a busca por informações necessárias cresceu, os acessos em assuntos “comuns” diminuíram.


Como falar de moda quando o mundo está preocupado com uma pandemia?


Como falar sobre tendências de maquiagem, se poucas pessoas possuem uma reserva financeira para gastos extras?


As preferências no consumo de informações mudaram por conta da necessidade.

E então, as blogueiras e influencers tiveram que se reinventar nesse meio para continuar trabalhando e criando conteúdo relevante. As circunstâncias alteraram seus discursos - u reflexo da própria mudança interna devido à nova realidade.


Existe conteúdo relevante no pós-Covid?


A internet serviu como fonte primordial de informações do Covid, mas também se tornou o refúgio de muitas pessoas que precisavam se distrair com conteúdos divertidos, desestressantes e interessantes.


Mas como criar conteúdos para atender às novas necessidades?


Se adapte a novos valores

Com os novos hábitos, novas formas de se conectar ao público surgiram. Adaptação é a palavra-chave para você se (re)conectar com o seu público.


Reinvente-se e se conecte com os seus seguidores através das suas mazelas e necessidades. Pois, mais do que nunca, as redes sociais se tornaram essenciais para criar uma real conexão entre influenciadores e seguidores.


Responsabilidade ética e social

Muitas questões éticas foram discutidas nesses últimos meses e pessoas famosas que não tocavam nos assuntos em voga, principalmente se esse assunto era pertinente ao seu público-alvo, foram mal vistas. Isso ocorreu pois, como a quarentena estreitou os laços de conexão virtual, os seguidores passaram a ficar muito mais tempo vendo a vida pessoal e íntima de blogueiras e, na contra-mão disso, o que queriam era ouvir a opinião sincera das influenciadoras sobre determinado assunto.


Muitas blogueiras levantam pautas sociais e ambientais nas suas redes sociais, mas o público quer ver mais do que uma bandeira levantada. O público agora quer saber se seu posicionamento é coerente àquilo que você diz ser.


E por isso, entramos no segundo ponto:


Posicionamento natural

Se você realmente acredita naquela luta social e sabe que ela é importante para o seu público, tanto quanto para você, é importante se posicionar sobre determinados assuntos nas suas redes sociais.


As pessoas cada vez mais buscam a verdade na internet. Buscam perfis reais, corpos reais e posicionamentos reais. E é por isso que o seu posicionamento é tão importante para elas.


A única forma de dizer a um público que você realmente os defende, e não apenas quer receber dinheiro no marketing de uma campanha social, é se posicionando. E essa expressão deve ser natural!


A partir do momento em que você passa a ser pressionada para dizer sua opinião, o seu conteúdo irá cair na irrelevância por falta de coerência.

Nada que ocorre forçado é visto com bons olhos.


Publicidade mais suave e com mais naturalidade

Outra grande mudança que os meses de quarentena nos trouxe, foi a saída do marketing agressivo por meio de publicações grosseiras para vendas.


Vídeos interativos e rápidos passaram a ser muito mais consumidos.

Dentro de alguns meses, o aplicativo Tiktok obteve um gigantesco crescimento e as empresas rapidamente tiveram que se adaptar a ele. E então surgiram propagandas práticas e úteis que deveriam caber dentro de alguns segundos.


Agora não tem mais necessidade de fazer vários stories sobre o que é aquele produto e sobre o que é a marca. As pessoas estão mais dinâmicas, querem informações mais rápidas e a publicidade precisa ser efetiva nesse sentido.


Por isso que, entendendo essa mudança, o Instagram também rapidamente se reinventou e trouxe o reels, que é um forte concorrente dos vídeos rápidos do Tiktok. E assim vamos observando que estes vídeos rápidos estão gerando muito mais engajamento do que uma simples foto patrocinada no feed.


Compartilhe boas práticas

Para o seu conteúdo ser relevante, é preciso que você crie autoridade e seja referência.

Criar conteúdo relevante não é algo do dia para noite. Para se tornar referência, é importante manter um trabalho diário, criativo e diferenciado. E nada melhor do que compartilhar boas práticas da sua vida pessoal para o seu público.


É claro que você não precisa compartilhar suas intimidades, mas deixar seus seguidores te conhecerem um pouco mais, saberem dos teus hobbies, das tuas práticas saudáveis de alimentação ou esporte, fará com que eles se conectem ainda mais com você e aumente o engajamento das publicações.


As pessoas só engajam com algum perfil, quando veem que o autor faz questão de querer conversar com eles, de mostrar sua verdade e de querer se conectar verdadeiramente.


A reputação é importante fora das telinhas

Falamos sobre posicionamento e sobre mostrar sua verdade, pois isso é fundamental para chegarmos neste tópico.


Trabalhar com redes sociais é difícil. É receber cobrança de pessoas que você nunca viu, é ler comentários que você desejaria não ler, entre várias outras coisas. E para evitar que criem hate no seu perfil, você deve apenas criar conteúdos que sejam relevantes para você.

Não adianta querer agradar um público X, se você faz parte do grupo Y que não se importa verdadeiramente com o X.


Ainda que compartilhemos apenas pequenos momentos das nossas intimidades nos stories, nada mais se esconde na internet. E é por isso que a criação de conteúdo deve ser uma pauta da sua rotina ou que você realmente representa.


Seja você, siga os seus ideais! Para se manter coerente nas publicações para seu público, é importante saber se conectar com a verdade deles também. Mas como?


Terceirize algumas tarefas

Criar conteúdo relevante é saber se conectar com seu público-alvo. É entender as mazelas que eles passam e encontrar debates ou soluções pertinentes para aquele assunto.

Infelizmente, essa não é uma tarefa tão fácil!


É preciso uma pesquisa social, geográfica, histórica etc, para entender todas as dores dessas pessoas e qual é a melhor abordagem para falar disso. E com certeza você poderá não dar conta de:

  • Criar conteúdo relevante no story

  • Criar conteúdo para o feed

  • Criar conteúdo para vídeo do IgTv ou do Youtube

  • Administrar suas contas e interagir com seus seguidores

  • Se manter atualizada aos assuntos do público

Para te ajudar nisso, existem algumas plataformas virtuais onde você pode encontrar pessoas que criem artigos voltados diretamente ao seu público e isso será um grande diferencial nos seus conteúdos!


Inclusive, o Freelas é uma dessas plataformas que serão uma mão na roda para você encontrar freelancers para te ajudar. Contrate alguém que faça um vídeo importante com o assunto do momento e que entenda sobre isso. Contrate alguém que faça artigos semanais sobre aquele público dando algumas dicas para ele.


Como dissemos, criar conteúdo é se tornar referência no assunto e para isso, você precisa se dedicar e investir. Você não precisa contratar alguém fixo, freelancers são ótimos para contratação temporária, apenas para te auxiliar por um período.


Tenha parcerias estratégicas

Último e importante ponto: a marca que você propõe parceria está de acordo com a ideologia que você compartilha com seus seguidores?


Algumas blogueiras já foram criticadas por fazer parceria com empresas que defendem o contrário do que elas falam e se tornaram incoerentes para o seu público.


É crucial entender que fazer parceria é um momento muito bom, mas dependendo da marca parceira, esse seu momento bom poderá ser um pesadelo para sua carreira.


Tenha cuidado com a política ética e social das suas parcerias e não se esqueça que o seu público está, a todo momento, acreditando em você e basta um único deslize que tudo irá por água abaixo.


Pesquise quem são eles e se realmente são confiáveis.

Tenha coerência entre o seu perfil e a criação do seu conteúdo, seja nos vídeos do story ou seja na publicidade de um produto.


Gostou das dicas? Compartilha com a sua amiga que também quer criar conteúdo relevante na internet!








10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CONTATO

Ficou com alguma dúvida?
Fala com a gente!
QR_code_Formulário_Freelas.png
Ou acesse aqui o nosso QR Code 
que entraremos em contato.
  • Instagram
  • Ícone cinza LinkedIn
  • site
whatsapp_icon-icons.com_65542.png

+55 21 98708 6295

email_socialnetwork_20049.png
2020 © Coletiva DELAS

COLETIVA DELAS PRODUÇÕES ARTÍSTICAS LTDA  |  CNPJ: 20.194.792/0001-90

Rua dos Inválidos, 162/306 - Centro - Rio de Janeiro/RJ. CEP: 20.231-046